domingo, 4 de dezembro de 2011

Bolo de Limão da Carol



Quem me deu a receita desse bolo foi minha amiga Carolina Almeida, cozinheira de mão cheia e que sempre me ensina coisas legais pra fazer na cozinha.

Essa receita é muuuito fácil. Você faz o bolo com massa pronta e acrescenta uma cobertura facinha de fazer, que parece aquele recheio de torta de limão.

Você vai usar a massa de Bolo de Limão Cremoso da Fleischmann e vai fazer o bolo conforme as instruções da embalagem. Não se preocupe que o bolo não vai ficar com gosto artificial. Esse fica fofinho e com gosto de bolo feito em casa. Garanto!!!

Depois que o bolo estiver pronto, acrescente a cobertura, que você vai fazer assim: misture uma lata de leite condensado com o suco de um limão grande. Antes raspe a casca do limão (apenas a parte verde) e reserve. Depois que a mistura estiver homogênea, acrescente as raspas e cubra o bolo com esse creme. Você vai perceber que o suco do limão deixa o leite condensado mais grosso, no ponto ideal pra fazer cobertura.

Simples assim e fica delicioso!!!

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Risoto de Vinho Tinto, Linguiça e Funghi



Hoje resolvi arriscar um risoto diferente e optei pelo vinho tinto ao invés do branco.
Já tinha visto algumas receitas de risoto com vinho tinto, mas ainda não tinha experimentado fazer. Pra acompanhar escolhi ingredientes fortes que combinassem com o sabor do vinho. Ficou simplesmente SENSACIONAL!!! Por isso resolvi dividir a receita com vocês :)


Você vai precisar de:

- 1 ½ xícara de chá de arroz arbóreo
- 40 gr aproximadamente de funghi secchi
- 1 taça de vinho tinto
- 3 colheres de sopa de cebola picada
- 1 cubo de caldo de carne dissolvido em 1 ½ de água
- 2 colheres de sopa de manteiga de boa qualidade
- Pimenta do reino branca ou preta a gosto
- 2 colheres de sopa de queijo grana padano ralado
- linguiça calabresa a gosto picada (eu usei a Berna que é muito boa)


E vai fazer assim:

Lave o funghi e corte ao meio os pedaços maiores, depois coloque-os de molho por aproximadamente meia hora em uma tijela com água aquecida.
Coloque 1 ½ litro de água para esquentar com o cubo de caldo de carne (sem deixar ferver).
Depois refogue um pouco a cebola com 1 colher de sopa de manteiga, escorra o funghi (reservando a água em que ele ficou de molho), acrescente à cebola e termine de refogar.
Após, acrescente a linguiça picadinha (antes de usar eu coloco de molho na água fervente pra tirar o excesso de gordura), acrescente o arroz arbóreo e refogue por uns dois minutos. Coloque pouco sal no arroz (só uma pitada) porque o caldo de carne e a linguiça já tem sal e o grana padano que você vai colocar no final também já é salgado.
Acrescente então o vinho tinto e deixe evaporar. O vinho fará com que o arroz libere o amido. Depois que o vinho tiver evaporado você vai primeiro colocar a água em que você deixou o funghi de molho e que estava reservada e depois vá acrescentando aos poucos o caldo de carne que já estará aquecido a esta altura. Coloque uma concha de caldo por vez. Só coloque mais caldo quando o arroz começar a secar. Continue nesse processo de colocar o caldo aos poucos (sem parar de mexer para não grudar no fundo da panela) até o final do preparo do risoto. O arroz irá cozinhando lentamente dessa forma. Você saberá que o risoto está quase pronto quando o arroz estiver quase ao dente e cremoso. Nesse momento você colocará o queijo grana padano e a manteiga que falta (1 col sopa), incorporando-os aos poucos ao risoto. O arroz deve ficar macio, mas sem ficar mole. Acerte o sal, se necessário, e adicione a pimenta do reino. Deve ser servido imediatamente após o preparo. Sirva com queijo grana padano ralado.
Serve duas pessoas.

domingo, 2 de outubro de 2011

Camarão Cremoso Light




Agora nessa fase que estou de dieta o maior desafio tem sido cozinhar alguma coisa que não tenha gosto de alface com chuchu. Logo eu que adoro um azeite, creme de leite, parmezão...enfim, não tem sido fácil.

Mas uma dica muito legal da minha nutricionista, e que faz toda diferença no sabor sem fugir da dieta, é usar o requeijão zero da Danúbio como substituto do creme de leite (mas não é o requeijão light, tem que ser o zero mesmo).

Experimentei o requeijão fazendo um camarão que ficou DELICIOSO e bem leve.
Fiz assim:

Você vai precisar de:

- 600 gr de camarão limpo descascado
- 1 vidro de requeijão Danúbio zero
- 3 colheres de sopa de cebola picada
- 2 dentes de alho amassados
- ½ limão siciliano
- cebolinha, coentro e curry a gosto
- 1 pimenta dedo de moça sem sementes (se pra você a pimenta é muito forte substitua por Tabasco)
- sal e pimenta do reino a gosto
- 3 colheres de sopa de extrato ou molho de tomate para dar cor


E vai fazer assim:

Primeiro amasse um dente de alho e coloque com o camarão para marinar junto com o suco do limão siciliano, sal e pimenta do reino (meia hora marinando é suficiente)
Depois refoque o camarão com um pouco de azeite (pra usar menos azeite refoguei o camarão em uma wok antiaderente). Reserve o camarão.

Nessa panela em que você refogou o camarão refoque agora a cebola, com 1 dente de alho num fio e azeite. Acrescente então o camarão, cebolinha, pimenta, coentro, curry e misture tudo. Coloque o requeijão e vá mexendo até incorporar totalmente ao camarão. Acrescente um pouco de água pra não secar muito o creme. Coloque então o extrato ou molho de tomate para o creme ficar com uma cor rosada. Só isso!!! Agora é só servir com arroz branco - no meu caso teve que ser com arroz integral com linhaça, mas mesmo assim ficou muito bom :)
Serve duas pessoas.

sábado, 24 de setembro de 2011

Moussaka - Lasanha de Beringela



Esse foi o prato do dia no almoço de família e foi sucesso total!!!

Moussaka é um prato parecido com a lasanha, só que no lugar da massa você usa fatias de beringela e por isso é MUITO mais saudável do que a lasanha tradicional e é delicioso.

Já tinha tentado fazer Moussaka algumas vezes, mas não tinha dado muito certo.
Gostei bastante dessa receita porque, além de simples, fica muito saborosa.

Ao contrário de várias receitas de Moussaka que eu já vi, essa não leva molho Bechamel (por isso achei bem mais leve).

Você vai precisar de:

- 3 beringelas não muito grande descascadas e cortadas em fatias
- 800 gr de carne moída
- 1 cebola picada
- 1 dente de alho grande
- 1 cubo de caldo de carne
- Molho de tomate (aproximadamente 3 colheres de sopa)
- 400 gr de muzzarela
- molho de pimenta
- louro, canela e cecolinha a gosto
- queijo parmezão para polvilhar


E vai fazer assim:

Doure a cebola e o alho e acrescente a carne moída. Acrescente o louro e refogue bem a carne (até perder todo o líquido e ficar dourada). Depois acrescente o caldo de carne, o molho de tomate, uma pitada de canela (acredite, a canela faz toda a diferença!), o molho de pimenta (usei Tabasco) e a cebolinha.
Acrescente algumas colheres de molho de tomate apenas para que a carne moída não fique seca.
Coloque as fatias de beringela pra cozinhar levemente (apenas por alguns minutos) em uma panela grande com água fervente e sal. Retire com uma escumadeira para tirar o excesso de água. Esse pré-cozimento evita que a beringela solte muita água na hora que você leva o prato ao forno.

Monte o prato com as seguintes camadas: beringela/carne/muzzarela/carne/beringela/muzzarela. Polvilhe com queijo parmezão e leve ao forno até gratinar. Eu deixei uns 40 min no forno.

sábado, 3 de setembro de 2011

Bolo de Banana Fácil



Minha mãe sempre faz esse bolo em casa, que é perfeito pra acompanhar um café.
O curioso dessa receita é que ela não leva farinha de trigo e sim farinha de rosca, mas você nem vai perceber a diferença.
O bolo fica delicioso e o cheiro que ele espalha pela casa quando está pronto é irresistível!

E o melhor: é uma das receitas mais fáceis de bolo de banana que eu já fiz! É só bater uma parte dos ingredientes no liquidificador e depois acrescentar o restante misturando tudo.

Você vai precisar de:

- 4 bananas maduras
- 3 ovos grandes
- 1 xícara de chá de óleo de canola ou girassol
- 2 xícaras de chá de açucar
- 2 xícaras de chá de farinha de rosca
- 2 colheres de sopa de fermento em pó
- canela em pó a gosto (coloco duas colheres de chá)


E vai fazer assim:

Bata no liquidificador a banana picadinha, os ovos (de preferência peneirados), o óleo e o açucar. Reserve.
Em uma tigela grande misture a farinha de rosca, o fermento e a canela. Depois acrescente a mistura batida no liquidificador aos poucos até formar uma massa homogênea.
Unte uma forma com buraco e polvilhe com farinha de rosca (não polvilhe com farinha de trigo senão o bolo vai grudar na forma)
Leve para assar em forno pré-aquecido em temperatura média por aproximadamente 30 minutos.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Risoto de Funghi com Filezinho de Mignon



Adoro a combinação do funghi com a carne vermelha! Um realça o sabor do outro, formando um par perfeito e delicioso.

Essa receita junta os dois, é super fácil de fazer e eu duvido que você não goste :)


Você vai precisar de:

- 2 xícaras de chá de arroz arbóreo
- 50 gr aproximadamente de funghi secchi
- 1 taça de vinho branco seco
- 4 colheres de sopa de cebola picada
- 2 cubos de caldo de carne dissolvidos em 1 ½ litro de água
- 3 colheres de sopa de manteiga de boa qualidade
- Pimenta do reino branca ou preta a gosto
- 4 colheres de sopa de queijo grana padano ralado
- 6 filezinhos de mignon temperados com sal e pimenta do reino


E vai fazer assim:

Risoto:
Lave o funghi e corte ao meio os pedaços maiores, depois coloque-os de molho por aproximadamente meia hora em uma tijela com água aquecida.
Coloque 1 ½ litro de água para esquentar com os cubos de caldo de carne (sem deixar ferver).
Depois refogue um pouco a cebola com 2 colheres de sopa de manteiga, escorra o funghi (reservando a água em que ele ficou de molho), acrescente à cebola e termine de refogar.
Após, acrescente o arroz arbóreo e refogue por uns dois minutos. Se quiser colocar sal no refogado, coloque só uma pitada porque o caldo de carne já tem sal e o grana padano que você vai colocar no final também já é salgado (no final do preparo você acerta o sal).
Acrescente então o vinho branco e deixe evaporar. O vinho fará com que o arroz libere o amido. Depois que o vinho tiver evaporado você vai primeiro acrescentar a água em que você deixou o funghi de molho e que estava reservada e depois vá acrescentando aos poucos o caldo de carne que já estará aquecido a esta altura. Coloque uma concha de caldo por vez. Só coloque mais caldo quando o arroz começar a secar. Continue nesse processo de colocar o caldo aos poucos (sem parar de mexer para não grudar no fundo da panela) até o final do preparo do risoto. O arroz irá cozinhando lentamente dessa forma. Você saberá que o risoto está quase pronto quando o arroz estiver quase ao dente e cremoso. Nesse momento você acrescentará o queijo grana padano e a manteiga que falta (1 col sopa), incorporando-os aos poucos ao risoto. O arroz deve ficar macio, mas sem ficar mole. Acerte o sal, se necessário, e acrescente a pimenta do reino. Deve ser servido imediatamente após o preparo. Sirva com queijo grana padano ralado.

Filezinho de Mignon
Quando o preparo do risoto estiver adiantado (quando estiver faltando pouco para o risoto ficar no ponto), aqueça uma frigideira com manteiga e prepare os filezinhos que já estavam temperados. Como a carne fica pronta muito rápido, o ideal é mesmo que você a prepare já no final. Mas não deixe pra fazer a carne só depois que o risoto estiver pronto, porque ele tem que ser servido logo após o preparo.
Rende aproximadamente 3 porções.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Penne com Pesto de Rúcula e Nozes




Eu adoro molho pesto! Gosto não só para acompanhar uma massa, mas também pra servir com rosbife, como molho para sanduíche, etc.
Além de ser um molho que eu adoro é super fácil de fazer, já que você nem precisa levar ao fogo. Basta bater tudo no liquidificador e acrescentar à massa.

Essa receita eu fiz com rúcula que dá uma sabor bem forte ao molho. Eu adorei, mas se você não é muito fã de rúcula ou acha o sabor muito forte, experimente fazer só com o manjericão. Neste caso você deve usar 2 xícaras de folhas de manjericão ao invés de 1 de rúcula e 1 de manjericão.

Você vai precisar de:

Molho:
- 2 dentes de alho
- 1 xícara de chá de folhas de manjericão fresco
- 1 xícara de chá de folhas de rúcula
- 4 colheres de sopa de nozes
- 100 gr de queijão parmezão ou grana padano ralado
- ¾ de xícara de azeite de oliva
- sal e pimenta do reino a gosto

Massa:
- 300 gr de penne

E vai fazer assim:

Amasse os dentes de alho e coloque com os demais ingredientes do molho no liquidificador batendo até formar uma mistura homogênea. Cozinhe o penne ao dente e acrescente o molho batido no liquidificador. Não aqueça a massa após misturar o molho. Sirva em seguida.

domingo, 3 de julho de 2011

Suflê de Frango com Catupiry


Essa é uma receita que minha mãe faz há alguns anos e todo mundo gosta. O engraçado é que quando eu faço esse prato as pessoas normalmente pensam que é super elaborado porque ele fica tão bom que você nem imagina que foi tão fácil.

Você vai precisar de:

Massa:
- 3 ovos
- 1 colher de sopa rasa de fermento em pó
-1 caixinha de creme de leite (eu uso o light)
-50 gr de queijo parmezão ralado
- ½ colher café de sal
- 1 pitada de noz moscada
- Queijo parmezão para polvilhar

Recheio:
- 250 gr de frango desfiado
- 1 tomate picado
- 1 cebola picada
- 1 colher de sopa de azeite
- Orégano ou manjericão a gosto
- Sal a gosto
- 1 bisnaga de catupiry

E vai fazer assim:

Em uma vasilha misture todos os ingredientes do recheio com exceção do catupiry. Na verdade, você pode colocar o que quiser no recheio (pode acrescentar, por exemplo, cenoura picada, ervilha, palmito, etc). Caso não vá usar o catupiry na receita, sugiro acrescentar a essa mistura um pedaço de queijo da sua preferência picado em cubinhos. Reserve a mistura.

Bata os ingredientes da massa no liquidificador. Depois coloque metade desse líquido em um refratário untado. Por cima do líquido coloque os ingredientes do recheio já misturados. Em cima do recheio coloque o catupiry. Para espalhar o catupiry por todo o refratário use as costas de uma colher. Após cobrir o refratário com catupiry, acrescente o restante do líquido da massa e polvilhe com parmezão. Coloque em forno médio pré-aquecido por mais ou menos meia hora. Retire quando estiver dourado. Rende 6 porções.

sábado, 25 de junho de 2011

Linguicinhas Agridoces da Nigella




Eu simplesmente ADORO a Nigella Lawson! Se você não conhece, pode conferir o programa de culinária que ela apresenta na GNT. Ela também tem vários livros de receitas editados aqui no Brasil.
Eu adoro a forma como ela dá as receitas, o amor que ela tem à comida, a forma deliciosa e envolvente como ela descreve as cores, sabores e aromas quando ensina a cozinhar. Fica impossível não ter vontade de experimentar tudo que ela ensina a fazer!


Essa receita você encontra tanto no livro Nigella Express, quanto no site do programa dela no GNT. É só clicar aqui que você já cai na receita dessas linguicinhas maravilhosas:
http://gnt.globo.com/nigella/Receitas/Receita-da-Nigella--Linguicinhas-Agridoce.shtml


Elas ficam deliciosas e com uma sabor diferente devido à mistura do mel com o sabor picante da linguiça. É a combinação perfeita pra uma ceverja gelada ou caipirinha.
A receita que ela dá é pra 1 quilo de liguinça. Eu fiz só 300gr e adaptei os demais ingredientes a esta quantidade. O que fiz de diferente foi apenas ferver um pouco as linguiças antes de inicar o preparo da receita pra retirar o excesso de gordura.
Use uma linguiça de boa qualidade.

sábado, 18 de junho de 2011

Receita de Tiramissú




Essa sobremesa eu fiz no almoço do dia dos namorados e foi sucesso absoluto! Nunca tinha feito tiramissú antes e, sinceramente, estava achando que, ou ia ser muito difícil de fazer, ou não ia dar certo. Nada disso! A receita foi relativamente fácil e o resultado muito acima do esperado. Ficou delicioso! O tiramissú ficou com uma textura ótima, leve e cremoso, impossível de resistir!

Você vai precisar de:

- 700 gr de queijo mascarpone
- 3 gemas
- ¾ de xícara de açucar
- 8o ml de rum
- 1 ½ de xícara de café bem forte
- 4 claras em neve
- 1 ½ pacote de bisoito champanhe (usei o da Bauducco)
- chocolate em pó para polvilhar

E vai fazer assim:
Primeiro prepare o creme batendo as gemas com o açucar até formar um creme claro. Depois acrescente o mascarpone batendo levemente para misturar. Bata as claras em neve e incorpore ao creme sem bater. Reserve.

Em um prato raso misture o café com o rum e vá molhando um a um o biscoito champanhe e forrando uma travessa retangular (usei uma travessa de 28x18 cm, mas você pode usar uma travessa um pouco maior, é só colocar mais biscoito). Você não deve encharcar os biscoitos porque eles são muito macios e se você molhar muito eles vão se desfazer na sua mão.

Após terminar a primeira camada de biscoito, acrescente o creme formando uma camada por cima do biscoito. Como esse creme é muito delicado, você deve ter cuidado ao formar a camada na travessa. Eu fui colocando o creme aos poucos com uma colher de sopa e espalhando na travessa devagar com as costas da colher. Por cima do creme coloque uma nova camada de bisoito molhado e termine com uma nova camada de creme.

Deixe algumas horas na geladeira. Eu deixei de um dia pro outro. Mas acho que umas 5 horas já são suficientes. Antes de servir, peneire o chocolate em pó por cima.
Serve 8 porções.

domingo, 12 de junho de 2011

Risoto de Pato



Essa foi a primeira vez que eu fiz pato e deu super certo. Pra variar, optei pelo risoto que ficou com um sabor delicioso e diferente por causa da mistura do pato com a sálvia. Adorei! Valeu a pena me arriscar por mares nunca dantes navegados!


Você vai precisar de:

- 2 xícaras de chá de arroz arbório
- 2 filés de peito de pato desfiados
- 1/2 cebola média picada
- 3 colheres de sopa de manteiga de boa qualidade
- ¾ de xícara de chá de vinho branco
- 5 colheres de sopa de queijo grana padano ralado
- 3 colheres de chá de sálvia desidratada
- 2 cubos de caldo de frango diluídos em 1,2 l de água
- Pimenta do reino branca e preta a gosto
- 3 punhados de cebolete picadas

E vai fazer assim:

No dia anterior ao preparo do risoto limpe o peito de pato lavando-o bem e retirando toda a gordura. Depois coloque para marinar na geladeira com um pouco de vinho branco, sal, alho amassado e pimenta do reino preta.

No dia seguinte, refogue o pato com um pouco de azeite e acrescente água. Deixe cozinhar por uns 20 min aproximadamente, ou até que esteja completamente cozido. Deixe esfriar e desfie todo o pato. Reserve.

Coloque 1 ¼ litro de água para esquentar com os cubos de caldo de frango. Depois refogue a cebola com 2 colheres de sopa de manteiga sem deixar escurecer. Após acrescente o pato desfiado, a sálvia e refogue ligeiramente. Acrescente o arroz (sem lavar) e frite por uns dois minutos. Coloque pouco sal porque o caldo de frango já tem sal. Acrescente então o vinho branco e deixe evaporar. O vinho fará com que o arroz libere o amido. Depois que o vinho tiver evaporado você vai começar a acrescentar o caldo de frango que já estará aquecido a esta altura. Coloque uma concha de caldo por vez. Só coloque mais caldo quando o arroz começar a secar. Continue nesse processo de colocar o caldo aos poucos (sem parar de mexer para não grudar no fundo da panela) até o final do preparo do risoto. O arroz irá cozinhando lentamente dessa forma. Você saberá que o risoto está quase pronto quando o arroz estiver quase ao dente e cremoso. Nesse momento você acrescentará o queijo grana padano e a manteiga que falta (1 col sopa), incorporando-os aos poucos ao risoto. O arroz deve ficar macio, mas sem ficar mole. Acerte o sal, se necessário e acrescente a pimenta do reino branca e uns 3 punhados de cebolete picada. Deve ser servido imediatamente após o preparo. Sirva com queijo grana padano ralado.
Rende 4 porções.

domingo, 5 de junho de 2011

Ainda Sobre a Picanha: Talharim com Picanha Desfiada




Comentei no último post que a carne/molho que sobrar da Picanha na Cerveja dava uma ótima massa. Aí está ela!

Basta você desfiar a carne que sobrou, acrescentar um pouco de água ao molho (que estará bem grosso a essa altura) e esquentar.

Depois é só misturar à massa de sua preferência e tá pronto!

sábado, 4 de junho de 2011

Picanha na Cerveja




Essa picanha quem faz é meu namorado e fica sensacional. Você pode até pensar que sou suspeita pra falar, mas garanto que fica muito boa mesmo. E é muito fácil de fazer, você praticamente só tem que colocar os ingredientes na panela de pressão e esperar ficar pronto. Simples assim. Experimente!


Você vai precisar de:

- 1,2 k de picanha limpa (deve ser retirada toda a gordura da picanha)
- 1 pacote de sopa de cebola
- 1 lata de molho de tomate
- 1 cerveja preta (eu prefiro a Petra)
- I colher de sopa de manteiga



E vai fazer assim:

Em um recipiente grande misture a sopa de cebola, o molho de tomate e a cerveja de forma homogênea. Reserve. Coloque um pouco de sal na picanha já limpa (não coloque muito porque a sopa de cebola já tem sal), derreta a manteiga e sele a carne na panela de pressão que você irá usar para cozinhar a picanha. Sele em fogo alto até a carne ficar levemente dourada. Não fure a carne para que ela não perca o sumo. Depois que a carne estiver selada, junte a mistura dos demais ingredientes à carne e feche a panela de pressão, mantendo o fogo alto. Após alguns minutos a válvula da panela começará a chiar. A partir desse momento você irá abaixar o fogo e deixar a carne cozinhando por aproximadamente 55 minutos. Após esse tempo a carne estará totalmente cozida e macia.

A picanha fica macia e com um molho encorpado que tem uma cor linda e é delicioso. Sirva a carne com algum acompanhamento da sua preferência (batata assada, gratinada, arroz branco, etc) A carne que sobrar rende uma ótima massa pro dia seguinte. Vou mostrar como fica no próximo post.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Arroz Doce da Magda





Esse doce quem fez foi minha amiga Magda Forni. É uma receita gaúcha que a família dela faz. Confesso que já tinha experimentado arroz doce antes e não tinha gostado muito. Mas esse fica bem diferente. Ele é cremoso e saboroso e não fica com aquela cor branca sem graça. Enfim, vale a pena experimentar! Você vai se supreender com o sabor.

Você vai precisar de:

- 1 xícara de arroz branco tipo 1 (não pode ser o parboilizado)
- 2 xícaras de água fria
- 1 litro de leite
- 1 lata de leite condensado
- Cravo (sem as cabeças- alteram a papilas gustativas)
- Canela em pau
- Canela em pó
- Gemada com três gemas.
- Clara batida em neve (opcional)


E vai fazer assim:
Lavar o arroz e colocar na água fria e deixar inchar (uns 20 minutos)
Levar ao fogo médio mexendo sempre.
Quando evaporar a maior parte da água, começar a colocar o leite.
Colocar o leite aos poucos (mexendo sempre, senão gruda no fundo)
Colocar os cheiros (a canela em pau e os cravos. Não muitos)
Ver se o arroz está cozido.
Adicione o leite condensado.
Apagar o fogo antes do arroz ficar seco (deve ficar cremoso)
Juntar a gemada mexendo sempre.
Opções:
Polvilhar com canela em pó, SEM colocar a clara e neve ou
Colocar a clara em neve por cima e polvilhar com canela.

sábado, 28 de maio de 2011

Risoto de Limão Siciliano com Queijo Mascarpone




Risoto é um prato que eu ADORO e faço sempre. Para preparar um risoto você só tem que aprender a fazer a receita básica e que servirá pra qualquer risoto que você vá fazer. Uma vez que você aprenda o básico, é só usar a sua criatividade pra combinar os ingredientes.
Então na receita básica você irá sempre refogar a cebola, fritar o arroz, acrentescentar o vinho branco e algum tipo de caldo aos poucos até que o risoto esteja no ponto. O restante dos ingredientes é que vai variar a seu gosto ou de acordo com a receita que você quer fazer.

Esse que fiz é bem diferente porque leva limão. O resultanto foi um risoto refrescante e perfumado. Muito bom.


Você vai precisar de:

- 1 colher de sopa de manteiga
- 2 ½ xícaras de arroz arbório
- 3 colheres de sopa de cebola picada
- 1 xícara de vinho branco seco
- 1 limão siciliano
- pimenta do reino branca
- 2 cubos de caldo de legumes (ou de frango, se preferir)
- 4 colheres de sopa de queijo mascarpone


E vai fazer assim:

Primeiro rale a casca de meio limão na parte amarela (não use a parte branca) e esprema e coe o suco do limão. Reserve. Coloque 1 ½ litro de água para esquentar com os cubos de caldo de legumes. Depois refogue a cebola na manteiga sem deixar escurecer. Após acrescente o arroz (sem lavar) e frite por uns dois minutos. Acrescente então o vinho branco e deixe evaporar. O vinho fará com que o arroz libere o amido. Depois que o vinho tiver evaporado você vai começar a acrescentar o caldo de legumes que já estará aquecido a esta altura. Coloque uma concha de caldo por vez. Só coloque mais caldo quando o arroz começar a secar. Continue nesse processo de colocar o caldo aos poucos até o final do preparo do risoto. O arroz irá cozinhando lentamente dessa forma. Você saberá que o risoto está quase pronto quando o arroz estiver quase ao dente e cremoso. Nesse momento você acrescentará o queijo mascarpone, incorporando-o aos poucos ao risoto. Após acrescente o suco de meio limão (se quiser que o sabor do limão fique mais forte é só colocar mais suco, fica a seu gosto). Acrescente 1 colher de sopa da casca ralada do limão. O arroz deve ficar macio, mas sem ficar mole. Acerte o sal e acrescente a pimenta do reino. Deve ser servido imediatamente após o preparo. Sirva com queijo parmezão ralado.
Rende 4 porções.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Receita de Canapé de Cebola




Essa receita quem me deu foi meu amigo Rafa Lammeren. É muito fácil de fazer e fica ótima. O melhor é que você pode deixar os canepés prontos com antecedência e guardá-los na geladeira em um tabuleiro coberto com papel alumínio. Quando quiser servir é só levar ao forno rapidinho pra dourar. Você pode também optar por fazer a receita de uma forma mais leve, com maionese e pão light.

Você vai precisar de:

- 1 ½ xícara de maionese
- 1 ½ xícara de queijo parmezão ralado
- 1 cebola média picada
- pão de forma

E vai fazer assim:

Bata a maionese, o queijo e a cebola no liquidificador. A única coisa que acrescentei à receita original foi uma pitada de noz moscada antes de bater. Depois passe o creme com uma espátula no pão de forma sem casca já cortado. O da foto eu cortei com um molde de coração que tinha em casa, mas você pode cortar em quadradinho mesmo que vai ficar ótimo.
Leve ao forno alguns minutos até ficar dourado. Sirva ainda quente.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Creme de Abóbora com Gorgonzola




Aproveitei que está na época da abóbora e fiz esse creme com gorgonzola que fica sensacional e é uma ótima pedida pra esses dias de friozinho.

Você vai precisar de:

- 700 gr de abóbora madura
- 1/2 cebola grande
- 1 cubo de caldo de legumes
- 1 caixinha de creme de leite (pode ser light)
- 80 gr de queijo gorgonzola
- Pimenta do reino branca
- azeite ou manteiga

E vai fazer assim:
Cozinhe a abóbora com um pouco de sal até ficar bem macia, escorra a água e amasse como um purê. Bata a abóbora amassada no liquificador com o creme de leite e reserve.
Refogue a cebola picada no azeite ou na manteiga, como preferir. Quando a cebola estiver bem dourada, acrescente o creme batido no liquidificador. Coloque o caldo de legumes já dissolvido em um pouco de água quente. Acrescente um pouco de água à abóbora, mas sem deixar perder a textura de creme.
Por fim, acrecente a pimenta do reino branca a gosto e o queijo gorgonzola picado. Deixe cozinhar um pouco, mas sem que o queijo derreta completamente pra poder sentir os pedacinhos.
Rende três porções.

domingo, 15 de maio de 2011

Doce de Banana com Creme de Baunilha


Essa é a sobremesa ideal pra quem gosta de doce de banana, mas não quer perder tempo fazendo aquele doce em calda que tem que dar ponto, etc. Esse é bem mais fácil e o creme de baunilha combina muito bem com a banana.

Você vai precisar de:
- 6 bananas pratas maduras
- ½ xícara de açucar
- ½ xícara de água
- 1 canela em pau
- 1 lata de leite condensado
- 3 gemas
- 1 ½ xícara de leite
- 1 colher de sopa de maisena
- 1 colher de chá de baunilha

E vai fazer assim:

1ª Etapa: doce de banana
Descasque e pique a banana em rodelas grossas e reserve. Coloque a água e o açucar em uma panela grande e aqueça até o açucar se dissolver completamente na água. Acrescente a banana e a canela e deixe cozinhar entre 20 a 30 min, mexendo de vez em quando. O doce estará pronto quando a banana estiver bem macia e o açucar tiver formado uma calda clara.

2ª Etapa: creme de baunilha
Para o creme de baunilha você vai utilizar aquela receita básica de creme de pavê. Pra quem não sabe como é, faz assim: coloque na panela o leite condensado, o leite comum, as gemas peneiradas e a baunilha. Dissolva a maisena com um pouquinho de leite em um recipiente a parte para não empelotar o creme. Coloque a maisena dissolvida na panela e cozinhe em fogo brando mexendo sempre para o creme não grudar no fundo da panela. O creme está pronto quando a mistura formar um creme bem grosso.

Para montar o doce você tanto pode colocá-lo em um pirex pequeno, quanto em taças individuais, como na foto. Monte colocando o doce de banana por baixo e o creme de baunilha ainda quente por cima. Leve à geladeira por aproximadamente 2 horas. Sirva gelado. Essa receita rende apenas 4 porções, pois fiz este doce para aproveitar as bananas maduras que já tinha em casa. Se quiser fazer uma quantidade maior, basta dobrar a receita.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Receita de Bolo de Milho com Côco

Esse é um bolo delicioso e incrivelmente fácil de fazer! Não tem quem não goste! É só bater todos os ingredientes no liquidificador e levar ao forno.  O bolo fica baixinho e bem úmido.

Você vai precisar de:
- 3 ovos
- 1 lata de leite condensado
- 1 lata de milho verde
- 1 pacote de 100 gr de côco ralado
- 1 colher de sopa de fermento em  pó

E vai fazer assim:
Primeiro escorra o líquido do milho com uma peneira e passe um pouco de água para tirar o excesso de sal. Coloque todos os ingredientes no liquidificador, sendo que os ovos devem ser colocados de preferência peneirados. Bata por uns dois minutos.
Leve para assar em forno pré-aquecido em um tabuleiro pequeno untado e esfarinhado por 20 a 25 min.


domingo, 8 de maio de 2011

Receita de Sopa de Lentilha




Vou iniciar esse blog com uma receita que fiz hoje à noite, domingo do dia das mães. Nada como uma sopa quentinha pra terminar o fim de semana e tomar coragem pra encarar a segunda-feira!

Essa receita quem me ensinou a fazer foi minha mãe, mas ela faz com ervilhas e eu resolvi fazer também com lentilhas. É bem simples de fazer e fica muuuuito gostosa.

Você vai precisar de:
- 2 xícaras de lentilha
- 3 linguiças finas cortadas em pequenas rodelas
- 1 cubo e ½ de caldo de carne
- ½ cebola
- sal e pimenta do reino a gosto
- manteiga
- azeite
- 5 folhas de louro


E vai fazer assim:
Primeiro lave bem a lentilha e coloque de molho em uma vasilha com um pouco de água até ela inchar (uma hora de molho é suficiente).
Depois coloque as linguiças cortadas em água fervendo pra tirar o excesso de gordura. Então frite levemente a linguiça na própria panela que você irá utilizar para fazer a sopa. Reserve as linguiças.
Nessa panela que já está com a gordura que soltou da linguiça, refoque a cebola com um pouco de manteiga ou azeite até dourar. Coloque de volta a linguiça e acrescente a lentilha que estava de molho. Coloque as folhas de louro e um pouco só de sal. Refogue por alguns minutos. Depois acrescente água fervente até cobrir completamente a lentilha. Vá acrencentando água fervente aos poucos  até a lentilha cozinhar completamente.
O cozimento se dá entre 45 min a 1 hora. Após terminar o cozimento acrescentar o caldo de carne já dissolvido em um pouco de água quente. Aqueça um pouco a sopa para o caldo dissolver completamente. Acrescente pimenta do reino a gosto.
Siva com um fio de azeite.